Aluno Castelense Ganha Medalha de Ouro da OBMEP



Aluno de Escola Pública de Castelo é Medalha de Ouro na OBMEP


 


 


Messias Monteiro Onofre, aluno durante oito anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nestor Gomes, venceu no fim de 2012 a 8ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP, e vai receber a Medalha de Ouro no próximo dia 19 de junho, numa cerimônia no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Na época, Messias estava cursando o último ano do Ensino Fundamental.


 


Agora com 14 anos, Messias conta que sempre estudou em Escola Pública, e que achou que a prova de 2012 estava mais fácil que as dos outros anos, em que ele também ganhou medalhas: "Em 2011, fiquei com a medalha de bronze e em 2010, de prata. Sempre gostei muito de Matemática. Eu não tinha um horário fixo para estudar em casa, mas sempre me interessei por tudo que envolve a matemática. Aprender mesmo, eu aprendia na sala de aula", disse o adolescente que já está arrumando as malas para a viagem.


 


A Cerimônia de Premiação que vai acontecer no dia 19 de junho, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, será totalmente paga pelo Governo Federal. No evento, Messias vai receber uma Medalha de Ouro e uma bolsa de estudos, de 12 meses no IFES (Instituto Federal do ES), em Cachoeiro do Itapemirim, onde vai cursar Eletromecânica. Participaram da Primeira Fase da Olimpíada da OBMEP, alunos de 5ª a 8ª séries, e os classificados passaram para a Segunda Fase.


 


Segundo os pais de Messias, ele sempre foi muito estudioso, e sempre gostou de matemática: "Os colegas de turma sempre procuraram Messias para receber explicações. Os professores pediam nossa autorização para que ele pudesse ficar na escola até mais tarde, para ajudar a ensinar os colegas de turma", afirmou o pai, Messias de Freitas Onofre, que também contou orgulhoso que Messias entrou na Pré-Escola praticamente sabendo escrever, aos quatro anos.


 


Segundo a mãe do estudante, a professora da turma dele, na época, ficou emocionada ao ver a inteligência do menino: "Quando ele escreveu a primeira palavra, 'FAMÍLIA', a professora ficou sem saber o que fazer de tanta emoção, porque é raro uma criança de quatro anos saber escrever, e ele já começou com uma palavra tão importante", destacou Maria Aparecida Monteiro Onofre, mãe de Messias, que desde cedo incentivou o filho, colando o alfabeto nas paredes do quarto dele, como estímulo aos estudos.


 


Para Rosângela Fernandes Ferreira, que foi professora de Messias durante o ano de 2012, o prêmio foi merecido: "Messias sempre foi um excelente aluno, tanto na disciplina quanto no aprendizado. Sempre demonstrou muito interesse, e era bastante participativo e educado na sala de aula. Ele tem facilidade para aprender, e ajudava aos colegas de turma que tinham mais dificuldade, com muita força de vontade", concluiu a professora.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...